Guia do financiamento imobiliário: tudo que você precisa saber

Quem deseja adquirir um imóvel de maneira facilitada, pode se beneficiar com o financiamento imobiliário.

Atualmente, os bancos oferecem uma série de opções nesse campo, incluindo a compra a prazo de imóveis de luxo.

Ao mesmo tempo em que agregam benefícios ao comprador, essas operações podem deixar dúvidas.

Por isso, preparamos este guia completo para você esclarecer todas as indagações antes de financiar sua casa ou apartamento dos sonhos.

No final, também trazemos dicas certeiras para evitar contratempos durante esse processo.

Confira!

Guia do financiamento imobiliário: tire suas dúvidas

Comentamos, a seguir, as principais questões que surgem na hora de optar pelo financiamento, respondidas de um jeito simples.

O que é um financiamento imobiliário?

Financiamento imobiliário é uma negociação que permite o pagamento de um imóvel de forma parcelada, utilizando uma linha de crédito junto a uma instituição financeira.

Nessa operação, o comprador transfere a sua dívida para um banco ou outra entidade, que quita o imóvel e recebe o pagamento mensalmente.

Essa pode ser uma boa pedida para realizar o sonho de ter sua casa ou apartamento do seu jeito, saindo do aluguel e investindo em um lugar com a sua cara.

Como o financiamento imobiliário funciona?

Uma vez que o contrato de financiamento esteja assinado, a instituição financeira paga o valor do imóvel ao vendedor e inicia a cobrança dessa quantia junto ao comprador.

As condições desse acordo – prazo, entrada, parcelas, sanções, juros e taxas – ficam definidas no contrato.

O prazo pode se estender entre alguns meses ou até 30 anos, o que torna o financiamento atraente para quem possui renda mensal fixa e pode se planejar.

Durante esse tempo, o imóvel fica ligado ao comprador, mas só pertencerá a ele quando o financiamento for quitado.

Dependendo da linha de crédito escolhida, será preciso arcar com uma quantia mínima para dar entrada, que varia entre 10% e 30% do valor total.

Já as parcelas podem ser corrigidas de acordo com a Taxa Referencial (TR), o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou pré-fixadas, segundo as novas regras da Caixa Econômica Federal.

O que precisa para dar entrada em um financiamento?

Para contratar um financiamento imobiliário, é preciso ser maior de 18 anos, ter o nome limpo e comprovar renda suficiente para pagar as parcelas.

Na prática, o primeiro passo é ir até uma instituição financeira e solicitar o financiamento, apresentando a documentação necessária.

A maioria das instituições pede os seguintes documentos:

  • Carteira de identidade (RG)
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  • Comprovante de estado civil
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos relativos a Tributos Federais e Dívida Ativa da União
  • Comprovante de renda.

Se você é autônomo, pode comprovar a renda através da declaração de Imposto de Renda, contratos de prestação de serviços ou pedir a um contador que faça sua Declaração Comprobatória de Recepção de Rendimentos (Decore).

Com a documentação em mãos, o banco vai traçar seu perfil e verificar as características da casa ou apartamento para apresentar as condições de financiamento.

Qual valor máximo pode ser financiado?

O total financiado depende da modalidade escolhida, do perfil do cliente e da instituição financeira.

Quem se enquadra no programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, pode financiar até 100% do valor da nova residência.

Porém, é preciso ter renda familiar bruta de, no máximo R$ 5 mil, e o imóvel escolhido deve custar até R$ 190 mil, que serão pagos em até 240 meses.

Bancos públicos contam, ainda, com o financiamento via Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) para a aquisição de moradias com custo mais alto.

Nesse caso, é possível financiar até 80% do imóvel novo, ou 70% do usado.

Já os bancos privados oferecem opções para financiar 70%, 80% ou até 90% dos imóveis novos, usados ou terrenos, sem limite máximo de custo total.

Consulte, também, as condições de financiamento direto com a construtora, que podem ser mais vantajosas.

Quando vale a pena financiar um imóvel?

Um dos principais argumentos para contratar um financiamento é deixar de pagar o aluguel que, em alguns casos, pode ser mais caro que o valor das parcelas.

Além disso, quando quitar sua dívida, a casa ou apartamento será seu – ao contrário de uma residência alugada.

Então, se as condições para financiar são favoráveis e você deseja essa estabilidade, ou se encontrou seu imóvel ideal, essa é uma boa ideia.

Posso financiar a aquisição de imóveis de luxo?

Sim, é possível financiar imóveis de alto padrão em diversas cidades.

O financiamento de imóveis de luxo se enquadra nas regras do Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que não determina um valor máximo de avaliação do imóvel, nem a porcentagem da renda que será comprometida.

Outra vantagem é que você pode comprar como pessoa física ou pessoa jurídica.

Há linhas de crédito disponíveis nas principais entidades financeiras do país, e é recomendado consultar as condições que elas oferecem.

Porém, nesse caso, costuma ser mais interessante fazer a negociação direto com o seu gerente.

Isso porque os bancos privados fornecem modalidades adaptadas ao perfil de cada cliente, que consideram, por exemplo, o histórico e o período de relacionamento.

Assim, fica mais simples obter condições facilitadas, com juros e/ou entrada menores.

5 dicas para acertar no financiamento imobiliário

Para encerrar, fique de olho nas dicas extras para que seu financiamento imobiliário seja motivo apenas de alegrias:

  1. Reserve um montante para a entrada. Quanto maior for esse valor, menores os juros e a quantidade de parcelas, caso você deseje quitar a dívida em pouco tempo
  2. Faça um levantamento com as opções de financiamento em diferentes instituições, inclusive construtoras
  3. Se optar por uma construtora, verifique a reputação, prazo de entrega e garantias legais do contrato para evitar problemas
  4. Antes de fechar negócio, exija a documentação do imóvel (alvará, certidão negativa de ônus reais, etc.). Isso previne a cobrança de débitos de impostos e outras taxas posteriormente
  5. Utilize serviços que simplificam a escolha do seu imóvel de alto padrão, como a plataforma Mudee.

A Mudee conecta você, em poucos cliques, à sua casa ou apartamento ideal, com toda a comodidade e segurança.

Acesse o site e comece agora mesmo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s